Um Pequeno Príncipe

Fala Assim

“…Com um trabalho deste género tive, evidentemente, uma data de contactos com uma data de gente importante. Vivi durante anos e anos no mundo das pessoas crescidas. Vi-as de bem perto. Não fiquei com muito melhor opinião delas…”

“…Agora vou-te contar o tal segredo. É muito simples: só se vê bem com o coração. O essencial é invisível para os olhos…”

“…Na minha infância, vivíamos numa casa antiga onde se dizia que havia um tesouro escondido. Claro que nunca ninguém o conseguiu descobrir ou talvez nunca ninguém se tivesse dado ao trabalho de o procurar. Mas o facto é que ele encantava a casa toda. A minha casa tinha um segredo escondido no fundo do coração…”

Redescobri pérolas destas ao reler o “Principezinho”, de Antoine de Saint-Exupéry. Desta vez para o meu filho mais pequeno, o meu homónimo. Brilhante há quase trinta anos e brilhante hoje. Será brilhante amanhã, garanto-vos. Devia ser de leitura obrigatória para políticos e outra gente vulgar.

Para Quem Quiser Ler Online

Até sempre;

SonhosDigitais

Principezinho

Anúncios