DEBIAN 6 E O SERVIDOR VNC (1ª Parte)

VINO-SERVER, NÃO OBRIGADO!Debian 6

De há umas semanas para cá tenho andado a brincar com servidores Linux. Comecei com CentOS 6.3 e 5.9. Depois, querendo aumentar o ritmo de aprendizagem, passei para o habitual Debian. Também uso openSUSE, “on e off”, desde a versão 7.3, que comprámos para a loja entretanto fechada. Trazia montes de manuais que li quase na íntegra. Sem, necessariamente, ficar mais esperto. Mas aí a culpa não foi dos manuais. O “servidor” de que falo neste artigo é um modesto HP dc 7100 – Pentium 4 @2.8 GHz (Skt 775) com 1,5 GB RAM e dois discos rígidos.

Continuar a ler

Anúncios

TrueCrypt (3ª Parte)

CUIDADOS A TER/PERDA DE DADOSTrueCrypt logo

Este artigo/tutorial não dispensa a leitura do “Help” (Ajuda) no menu do programa, nem do manual da aplicação. O risco é de perda de dados, os seus dados. Depois de guardar os ficheiros, num volume encriptado, deve apagar os originais. Antes de os apagar faça vários testes para garantir que tudo está a funcionar bem. Vamos, então, criar o primeiro disco virtual encriptado.

Continuar a ler

TrueCrypt (2ª Parte)

TIPOS DE VOLUMES VIRTUAIS ENCRIPTADOSTrueCrypt logo

No artigo anterior vimos como instalar o TrueCrypt em vários Sistemas Operativos (S.O.). Este excelente exemplo, de software Open Source, permite a encriptação de dados armazenados, também referenciados como “data at rest“. Porquê esta distinção? Para distinguirmos de dados em movimento, em transmissão pela rede. Nesta situação poderíamos usar Gnu Privacy Guard (GPG ou GnuPG) ou Pretty Good Privacy (PGP) para encriptar a informação antes de a enviarmos pela rede. E fazer uso de VPNs. Fica o link da Wikipedia sobre Criptografia.

Continuar a ler