À CONVERSA COM:

BILL PORTÕES (GATESCrescimentoBlog)

Depois dos parabéns de Matt WordPress e Sergey Brin, desta feita foi Bill Windows que não quis deixar de me felicitar. Não pelo meu aniversário, nem pela derrota no concurso do Aventar, mas pelo literal abalo sísmico que este pequeno blog lusitano provocou na blogosfera internacional. Oh, e pela qualidade da escrita. Desta nem se fala. É proibido. (Se não leram as anteriores felicitações podem  fazê-lo aqui.)

Novamente a questão das estatísticas, dos números alcançados por um blog escrito em português, veio à baila. Como são tais números possíveis escrevendo em português? Já na posse dos relatórios, enviados pelo Brinas (alcunha de Sergey Brin para os Amigos), a enormidade dos números apresenta uma única resposta possível. Os leitores são de todos os cantos do mundo e de todas as nacionalidades. E não são falantes/leitores de português.

Mas como é isso possível? todos se perguntam. Será este blog a versão virtual do Flautista de Hamelin? Bill Gates queria desesperadamente saber o segredo. Queria imbuir o Windows 8 nestas palavras mágicas. A ver se conseguem vender o raio da coisa.

O Blog do Flautista de Hamelin

A ALCUNHA

Bill Janelas é conhecido como “Marquise” pelos amigos portugueses. Desatina com Portas, Portões ou Janelas por alcunha. Com Portas porque ouviu uma história de uns submarinos novos que já metiam água…pelas portas.

Mas engraça com as nossa “belas” marquises citadinas. Acha-as deliciosas, como ele próprio diz. Tantas janelinhas juntinhas, tão arrumadinhas. A personificação do próprio “Windows”. Ficou o “Marquises”. E desta não se safa. O que vale é que os amigos portugueses não são assim tantos. E são discretos. Acima de tudo muito diz…cretos.

CONSELHOS DE PAIBillPortadas

Inevitavelmente falámos dos filhos. Dos três dele e dos meus dois. Falou-me da mais velha e dos milhões em cavalo. Fiquei sem perceber muito bem e preocupado que a moça andasse metida em drogas. Afinal não, está tudo bem. Milhões gastos em equitação e cavalos. No plural. Saltos em concursos de equitação em Palm Beach e essas coisas. Preocupações de parte passámos à chalaça.

NA CHALAÇA

Brincámos com nomes alternativos para a Microsoft. Ficam alguns como, “Windows & Gates” (Janelas & Portões, Lda.),”Gates with Windows” (Portões com Janelas, Lda.), “Windows for your Gates” (Janelas para os seus Portões, Lda.) e “Windows for Life” (Janelas para (um)a Vida Limitada). Outros possíveis foram, “MicroGates”, “WinGates”, “MicroWindows”, “Soft for Gates” (Software para Portões, Lda.) e “Bill’s Windows” (As Janelas do Bill).

PROJECTOS PARA O FUTURO

Bill Portões confessou-me que anda um pouco desmotivado. Saturado da rotina de reformado. As aulas de natação já não chegam e a Universidade para a Terceira Idade já não o estimula. Diz-se cansado da Fundação, dos clássicos de luxo e do mega iate de hiper luxo. Pretende abraçar um novo projecto. Um projecto há muito adiado para construir uma empresa de software, confia-me em tom nostálgico. Um projecto do coração. Mas não para cardíacos. Quer exprimir-se através da escrita. Quer ter um blog.

Para minha surpresa pede-me dicas sobre como manter um blog de sucesso internacional. Que chegou a altura de assumir o escritor que há em si. Que há muito nada o estimula desta maneira. Inclusivé já comprou e configurou meia dúzia de servidores para o projecto. Com as licenças em ordem, garantiu-me. Já tem título para o blog e tudo, “O Blog do Pensionista”.

À Conversa com Bill Gates

Esta estória foi escrita para vosso (e meu) divertimento. Espero que gostem e, se assim for, digam qualquer coisita. É para um gaijo saber se está a falar para o boneco ou para as bonecas. Qualquer semelhança entre esta estória e a realidade será obra de um “Geek copycat”. Isso ou uma coincidência do caraças.

Até sempre;

SonhosDigitais
Anúncios